Newsletter para criadores de conteúdo – vale a pena?

faz sentido ter uma newsletter como criador de conteúdo
5 min

Como já te disse várias vezes, nunca deves ter o teu projeto como influenciador digital exclusivamente nas redes sociais. Hoje em dia, há muita gente que começa um projeto exclusivamente no Instagram e acabam por esquecer-se que, se o Instagram acabar amanhã, TODO o trabalho que tiveram vai para o lixo. Sem dúvida que o Instagram é um canal apelativo para começares a tua aventura, mas lembra-te que o teu projeto tem de ter uma morada própria. Recomendo-te sempre que comeces por criar o teu próprio blog mas existe outra alternativa: a newsletter! Neste artigo, vamos explorar esta temática de newsletter para criadores de conteúdo e perceber porquê é que esta ferramenta pode ser tão importante para ti!

 

Newsletter para criadores de conteúdo?

Calma, eu sei que hesitaste quando falei em newsletter. A primeira coisa que te veio à cabeça foram as newsletters das tuas lojas favoritas e dos outros 200 emails de spam que não te lembras da última vez que abriste. Só que uma newsletter é muito mais que isso!

Uma newsletter vai ajudar-te a reter os emails dos teus seguidores, permitindo-te que tenhas sempre uma forma de contacto TUA, que não está dependente de algoritmos que não controlas.

Uma boa newsletter pode ajudar-te a:

  • Aumentar a proximidade com os teus seguidores;
  • Manter um contacto regular com os teus seguidores fora das redes sociais;
  • Vender, tanto produtos de afiliados como os teus próprios produtos caso os tenhas;

Para conseguires comunicar com os teus seguidores através de uma newsletter, os teus seguidores vão dar-te um dos seus contactos mais pessoais: o seu email. Se os teus seguidores te estão a dar o seu email, isso não significa que estão extremamente interessados no teu conteúdo? Criares uma newsletter “filtra” a tua audiência e permite-te comunicar de uma forma mais direta com aquelas pessoas que são realmente fãs do teu trabalho. Esta fatia de pessoas serão as pessoas mais suscetíveis a comprar as tuas recomendações e os teus próprios produtos. Isto não é incrível?

Ah, e outra vantagem da newsletter:

Não precisas de ter um blog para ter uma newsletter. Se a ideia de ter um blog não te agrada, a newsletter pode ser a resposta. Para teres um bom blog, é essencial que tenhas uma cadência de publicação mais constante enquanto que a tua newsletter pode perfeitamente viver de um envio de quinze em quinze dias, por exemplo. Podes optar por esta frequência de envio mais baixa porque os teus seguidores já estão a acompanhar o teu trabalho nas redes, por isso não vais cair no esquecimento. Mas atenção: não penses que por teres optado por uma newsletter tens de dar menos valor – antes pelo contrário.

As pessoas estão habituadas às newsletters vazias, que só servem para comunicar promoções (especialmente em Portugal). O teu trabalho vai passar por combater ideias pré-concebidas, por isso vais ter de preocupar-te em enviar conteúdo de valor, alinhado com as dúvidas da tua audiência. O segredo vai passar por olhares para a tua newsletter como conteúdo; como um conteúdo incrível mais aprofundado que estás a criar para os teus melhores seguidores.

Agora que já percebeste o valor da newsletter para criadores de conteúdo, é só colocares mãos à obra!

 

Como começar uma newsletter e captar os e-mails dos teus seguidores?

1. Inscreve-te numa plataforma de email marketing

O primeiro passo é inscreveres-te numa plataforma de email marketing, onde vais poder gerir a tua lista de emails e criar e enviar a tua newsletter. Pessoalmente e especialmente para quem nunca trabalhou com este género de plataformas, recomendo que utilizes o Mailerlite. O Mailerlite é completamente gratuito até aos 1000 subscritores e tem um dos interfaces mais amigos do utilizador que já testei. O Mailchimp é outra excelente alternativa mas não é tão fácil de trabalhar.

 

2. Cria um produto-íman

Ora, vamos entrar na parte da estratégia. Tendo em conta que a tua audiência já está familiarizada com o teu trabalho, há uma maior probabilidade de conseguires o seu email sem teres de criar um produto-íman, no entanto este produto vai potencializar (em muito!) a taxa de conversão para a tua newsletter.

Este produto-íman vai ser então um produto que vais oferecer gratuitamente aos teus seguidores em troca do seu endereço de email. Pode ser um ebook, um pequeno guia, uma aula ao vivo… O que quiseres, desde que esteja alinhado com aquelas que são as necessidades do teu público-alvo. Se não sabes quais são as dores da tua audiência (ai, ai!) podes dar um passo através e perguntar no teu Instagram Stories quais são as maiores dúvidas dos teus seguidores. Utiliza as respostas para criar algo que realmente responda a uma ou a várias dessas questões.

 

3. Aloja o teu produto-íman no teu site ou na Drive.

Para facilitar no momento do envio do teu produto-íman, deves alojar o mesmo no teus site. Se não tens site, podes utilizar sem qualquer problema o Google Drive. O Google Drive é uma plataforma completamente gratuita para quem possui um email alojado no Gmail. Quando colocas um documento na tua Drive, este pode ser partilhado com outras pessoas através de um link – link esse que será o que vais colocar no email que vais enviar aos teus subscritores após subscrever a newsletter.

 

4. Cria um grupo para os teus subscritores e um formulário de subscrição

O terceiro passo é criares um grupo para os teus futuros subscritores e um formulário de subscrição onde os teus seguidores possam colocar os seus dados pessoais e receber o teu produto-íman em troca. Ambos estes passos devem ser criados dentro da tua plataforma de email marketing. Se precisares de ajuda e estiveres a utilizar o Mailerlite, podes consultar este artigo onde vais aprender passo a passo como colocar um ficheiro para download em troca do endereço de email no Mailerlite.

 

5. Cria um página para o teu formulário

Podes partilhar o link do teu formulário de forma solta com os teus seguidores, no entanto esteticamente esse formato não é o mais apelativo. Assim sendo, o que te recomendo é que cries uma página para colocares o teu formulário de subscrição. Não é preciso (nem deve) ser uma página com uma estrutura muito complicada.  Basta que utilizes uma imagem gira do teu produto-íman, coloques a caixa de subscrição e adiciones um texto pequeno que explique os benefícios do teu produto. Se não tiveres site, a tua plataforma de email marketing permite-te fazer isto de uma forma muito simples. A maioria das plataformas até tem modelos já pré-construídos, o que vai poupar-te imenso trabalho.

 

6. Partilha a tua página e o formulário de subscrição

Antes de começares a partilhar a tua página, testa sempre o formulário para teres a certeza que está tudo a funcionar da melhor forma. Depois, partilha a página nas tuas redes sociais e espalha os formulários de subscrição ao longo do teu blog. Não escolhas locais demasiado intrusivos no teu blog, mas também não coloques o formulário de subscrição apenas no final dos artigos. Experimenta fazê-lo a meio ou colocá-lo visível na barra lateral do teu blog. Nas redes sociais, podes partilhar o link no teu Facebook e colocar este link na bio do teu Instagram, com um call to action na tua biografia.

 

7. Preparado para começar a tua newsletter?

É literalmente só disto que precisas. Agora que tens um grupo de subscritores preparadíssimo para começar a receber a tua newsletter, é só fazeres os envios. Define uma periodicidade, seleciona o teu grupo de subscritores e começa já a enviar os teus emails. Não falhes! Tendo em conta que este é um contacto mais pessoal, esforça-te para nunca falhares a data. Ah, e faz sempre chegar conteúdo de valor ao teu público. Não vale enviar links de artigos de blog ou de publicações no Instagram. Envia sempre conteúdo mais aprofundado, partilha experiências pessoais, cria uma rubrica exclusiva… Marca pela diferença!

 

Se queres ser um influenciador à séria e aprender a criar uma estratégia que te permita crescer e rentabilizar o teu projeto, espreita o Influencer a full time, o curso que desenhei para te ajudar a ter os resultados com que sempre sonhaste. São 15 aulas, com exercícios para te ajudar a ser uma referência no mundo digital.

 

 

 

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Agir com estratégia é essencial para quem se quer diferenciar.



Subscreve e recebe as melhores dicas
de MARKETING DE INFLUÊNCIA


.

Recursos grátis

  • kit para parcerias com marcas
  • 572 ideias de conteúdo
  • planner de artigo de blog

entra em contacto