Tudo o que deves saber sobre eventos para influenciadores digitais

tudo o que deves saber sobre eventos para influenciadores digitais
5 min

Provavelmente não é uma novidade dizer-te que muitas marcas realizam eventos para influenciadores digitais e imprensa no geral. Normalmente estes eventos acontecem para divulgação de uma nova coleção, lançamento de um produto ou qualquer outro momento que a marca deseje assinalar e que pretendem que os meios de comunicação divulguem.

E é para isso que os influenciadores digitais são convidados, para tirar fotografias, criares stories e massificarem a comunicação de determinada informação.

Este é um momento de grande excitação para quem está agora a começar. Afinal de contas estes eventos costumam ter muita gente conhecida, bebida e comida de borla, um saco com ofertas e realizarem-se em sítios super giros. São eventos exclusivos pelo que fazem os criadores de conteúdo sentirem-se extremamente importantes.

Mas no final, valerá assim tanto a pena aparecer em todos os eventos? Como deve ser a tua abordagem aos eventos? Deves ou não criar conteúdo? Terás de fazer review de tudo o que for oferecido?

É para esclarecer isso tudo e muito mais que decidi criar este artigo, por isso continua a ler.

 

Ser convidada para o evento de uma marca é um bom sinal?

Normalmente significa que a marca, ou melhor, a agência que trabalha a marca, descobriu que tu existes. Por isso, sim, por um lado é um bom sinal. Ainda assim, seres convidada para eventos de apresentação não quer dizer que a marca queira efetivamente trabalhar contigo. Os eventos têm imprensa e por isso não podem estar às moscas. Sendo que as pessoas mais importantes são bastante seletivas nos eventos a que vão, as agências acabam sempre por convidar um grupo alargado de pessoas que, de alguma forma, possam ajudar a comunicar. O que pretendem – com a larga maioria dos eventos – é chegar ao maior número possível de pessoas, nem que para isso tenham de juntar variados pequenos influenciadores.

Claro, existe outras marcas que são mais seletivas, ou até mesmo dentro de uma marca podem existir eventos mais massificados e outros mais exclusivos. O importante é começares a saber distinguir os dois.

 

É prejudicial faltar a eventos?

Diria que os eventos são excelentes oportunidades de te aproximares do account que gere aquela marca ou até mesmo de algumas pessoas que trabalham na marca. Isso só poderá ser uma coisa boa. Se criares uma boa impressão é provável que se lembrem de ti por mais tempo e que até possas vir a ser considerada para outras ações – sendo que isto depende SEMPRE das tuas estatísticas e do teu conteúdo.

Faltar significa perder esta oportunidade.

Mas, por outro lado, há eventos onde anda tudo tão atarefado (porque são os tais eventos massificados) que simplesmente não tens grande oportunidade de conversar e vais andar mais feita barata tonta a ver coisas que poderias perfeitamente ver nas imagens que te vão enviar por email dias mais tarde. Normalmente os showrooms são este tipo de evento.

 

O que devo fazer num evento?

Tudo vai depender do tipo de evento mas diria que a primeira coisa é dirigires-te à pessoa que te convidou para o evento e falares um pouco com ela. Pergunta o porquê do evento, o que pretendem que se comunique, como é que as coisas estão a correr, e por aí fora. Podes também aproveitar para perguntar se a agência onde essa pessoa trabalha tem mais marcas e quais são, para perceberes se há algo que possa interessar para o teu projeto.

Há muita gente que chega aos eventos e, ou não fala com ninguém ou só fala com as amiguinhas influenciadoras. Aliás, há pessoas que faltam a eventos porque dizem que não conheciam ninguém.

 

Gente, um evento destes não é uma festa de amigas, é um momento de trabalho, profissionalismo e networking!!!!

 

Depois de perceberes exatamente porque é que o evento está a acontecer vais também perceber de que forma podes comunicar. Fotos dentro do evento, a não ser que seja um sítio mesmo super giro e original, não são boas para ir para o feed, mas podem funcionar nas stories.  No entanto se a oferta no fim do evento for interessante e relevante para o teu público, podes posteriormente fazer umas fotografias que falem do produto e remetam para a tua presença no evento de apresentação.

 

Quando vou a um evento tenho sempre de publicar conteúdo relacionado?

Não! Aliás, eu aconselho-te a partilhar apenas em três situações:

  • se queres muito chamar a atenção da marca;
  • se gostaste extraordinariamente de alguma coisa;
  • se houve um acordo específico ou remuneração para publicares esse conteúdo.

Lembra-te que não és a única pessoa no evento e nas redes sociais, naquele momento, muita gente está a comunicar sobre o mesmo. Para te destacares e não pareceres só mais uma na carneirada convém que o teu conteúdo tenha um argumento muito válido. TUDO o que tu publicas deve ser útil para quem está do outro lado, e uma foto tua no showroom de uma marca qualquer não é assim tão relevante como tudo isso.

Dito isto, escusado será dizer que fazer um artigo no blog só sobre um evento de apresentação de algo só faz sentido se for mesmo uma coisa muito diferente e original. Caso contrário, não faz sentido nenhum na maioria dos blogs.

 

Mas as marcas quando me convidam não estão à espera que eu publique?

As marcas querem sempre que tu faças o máximo possível com o menor investimento possível da parte delas. Uma boa forma de deixares tudo claro é, em resposta ao email de convite da marca, perguntares logo qual a expectativa deles, quantas publicações esperam, etc. Aí tens também uma oportunidade de apresentar um orçamento se assim entenderes, deixando claro que poderás estar presente para conhecer a marca ou um determinado produto mas que publicar sobre o assunto terá um custo acrescido que não apenas o evento em si.

 

Lê também “Modelos de emails para parcerias com marcas”

 

Como posso perceber se um evento é útil para o meu projeto?

Pois bem, esta é a pergunta mais importante. A larga maioria dos eventos para os quais serás convidada são pura perda de tempo. Em alguns nem as ofertas compensam a tua deslocação e o tempo desperdiçado. Isto porque, como já disse acima, nem sempre há um grande critério nos convites e o que pode ser super interessante para conteúdo de uma revista pode não ter nem de perto nem de longe o mesmo interesse para uma blogger ou youtuber.

Mas no início, se não tiveres ninguém que te oriente – e é aqui que o Programa de Mentoria te pode ser bastante útil – tens de pensar no seguinte:

  • os produtos ou serviços da marca adequam-se na perfeição ao teu público-alvo e ao nicho do teu projeto?
  • a marca costuma fazer parcerias com criadores de conteúdo ou apenas faz eventos de apresentação?
  • tens um grande interesse em trabalhar com essa marca?
  • a agência que trabalha a marca tem outras marcas que te interessam e gostarias de criar uma relação de proximidade com eles?
  • o tempo investido e a despesa de deslocação irão compensar?

Ao fim de algum tempo começas a perceber as marcas que fazem eventos que valem a pena e as que não, assim como a distinguir o tipo de eventos e a conseguir responder de forma mais detalhada a estas perguntas. O teu tempo é limitado e as 2 horas que perdeste num evento podem ser o tempo que deixaste de ter para criar conteúdo para o teu projeto ou interagir no Instagram. É bom que tenha valido mesmo a pena!

 

Espero que estas pequenas dicas te ajudem a olhar para os eventos de uma forma mais fria e racional e a perceber o que é que faz sentido para o teu projeto e o que é que não faz, de todo. Eventos podem parecer a coisa mais gira do mundo mas por vezes são uma verdadeira desilusão e pura perda de tempo. Se já não tens muito, então escolhe bem como o ocupas!

 

 

Lê também:

 

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Agir com estratégia é essencial para quem se quer diferenciar.



Subscreve e recebe as melhores dicas
de MARKETING DE INFLUÊNCIA


.

Discover Gorgo

Welcome to Gorgo, an author oriented theme.
A place where words matter. Discover without further ado our countless community stories.

Build great relations

Explore all the content form Gorgo community network. Forums, Groups, Members, Posts, Social Wall and many more. You can never get tired of it!

Become a member

Get unlimited access to the best articles on Gorgo and support our  lovely authors. Upgrade Now